16/10/17

Trifle

Olá olá.
Eis uma sobremesa que pode ser feita tanto com um resto de bolo que já esteja esquecido como com um bolo feito de propósito para a sobremesa (o que acho que não vale a pena, a não ser que a ideia seja ficar com um bolinho feito). 

Ingredientes: 

- Restos de bolo
- 1 frasco de doce de abóbora (que vai servir para rechear o bolo e depois completar o trifle).
Para complementos do Trifle: 

Ganache de chocolate: 100 gramas de chocolate preto derretido com uma noz de margarina, um golo de leite e um pouco de açúcar em pó.

- Natas batidas com açucar
- Mini Suspiros, q.b.
- Doce de abóbora  

 MONTAGEM DO TRIFLE: 

Numa taça disponha uma camada do bolo esfarelado, uma de natas. De seguida coloque uma camada de mini suspiros por cima das natas e à volta da taça com uma camada de bolo esfarelado no meio.
Disponha mais uma camada de natas e depois uma de ganache de chocolate.
Cubra com outra camada de natas e finalmente acabe com uma camada de doce de abóbora.
Decore com uns suspiros. 

14/10/17

Tiras de pota panadas

Olá boa noite.
Estas tiras de pota panadas com um toque especial ficam mesmo uma delícia.
As quantidades meto a olho, por isso não vou deixar explicitas.
Depende da quantidade de potas a fazer.


Ingredientes:

- 1 sacos de tiras de pota congeladas
- Pão ralado
- Colorau
- Alho em pó
- Sal
- Farinha de milho (pode usar da normal)
- Sumo de limão

Preparação:

Descongele as tiras de pota.
Tempere-as com bastante sumo de limão e deixe tomar gosto durante umas horas.
Num saco de plástico limpo (por exemplo, os sacos de congelação) coloque a farinha de milho, o pão ralado, uma boa porção de colorau e de alho em pó e sal. Agite bem o saco para misturar tudo (convém fechá-lo).
Escorra as tiras de pota e  coloque-as dentro do saco com a mistura para panar.
Frite-as em óleo bem quente.
faça o acompanhamento a gosto

Notas:

Para servir as minhas tiras de pota, usei o Naso da Dedal. Nos Copus coloquei os complementos - grissinos, ketchup e maionese.

Risotto de Abóbora, Caril e Camarão

Hoje para o almoço experimentei uma receita nova que vi numa revista "Momentos de Partilha" antiga.


Ingredientes:

- 500 gramas de abóbora cortada em cubos
- 3 colheres de chá de flor de sal com alho Gourmet Aqui
- 1 colher de sopa de folhas de alecrim
- 40 gramas de queijo parmesão
- 500 gramas de camarão
- Água q.b.
- 40 gramas de azeite, mais q.b. p/ regar
- 3 dentes de alho
- 100 gramas de chalota
- 1 ½ colher de chá de caril
- 300 gramas de arroz para risotto Bom Sucesso
- 20 gramas de vinho branco
- 20 gamas de manteiga


Preparação Bimby + Tradicional:

Pré-aqueça o forno a 180º.
Coloque a abóbora num tabuleiro de forno, tempere com 1 ½ c. chá de sal e o alecrim, regue com um fio de azeite e leve ao forno a 180º C cerca de 35-40 minutos.
Coloque no copo o queijo e rale 10 segundos, velocidade 9. Retire e reserve.
Coloque no copo as cascas e as cabeças dos camarões e 500 gramas de água e aqueça 5 minutos, temperatura 100º, velocidade 3. Coe com a ajuda do cesto e reserve o fumet.
No copo limpo coloque 20 gramas de azeite, o alho e pique 3 segundos na velocidade 8. Refogue 3 minutos, temperatura varoma,  velocidade 1 (TM5: 3 minutos, temperatura 120º, velocidade 1).
Adicione o miolo de camarão e ½ colher de chá de sal e salteie 4 minutos, temperatura varoma, velocidade 1 colher inversa (TM5:4 minutos, temperatura 120º C, velocidade 1 colher inversa). Retire e reserve.
Coloque no copo 20 gramas de azeite, a chalota e o caril, pique 5 segundos na velocidade 5 e refogue 5 miniutos, temperatura varoma, velocidade 1 (TM5: 5 minutos, temperatura 120º C,  velocidade 1).
Pese para o copo o fumet e adicione água até perfazer 900 gramas. Adicione o arroz, o vinho e 1 colher de chá de sal, envolva com a ajuda da espátula e coza 8 minutos, temperatura 100º C, velocidade colher inversa.
Envolva com a ajuda da espátula para soltar o arroz do fundo do copo e coza mais 8 minutos, temperatura 100º C, 
Adicione a manteiga, o queijo e o camarão reservados e envolva com a ajuda da espátula. Sirva de seguida com a abóbora assada.

Preparação tradicional: 

Pré-aqueça o forno a 180º.
Coloque a abóbora num tabuleiro de forno, tempere com 1 ½ c. chá de sal e o alecrim, regue com um fio de azeite e leve ao forno a 180º C cerca de 35-40 minutos.
Coloque num tacho  as cascas e as cabeças dos camarões e meio litro de água. Deixe ferver 5 ,minutos.Coe com a ajuda de um passador e reserve o fumet.
Descasque os dentes de alho,  e faça um refogado com os alhos picados e o azeite. Adicione o miolo de camarão e ½ colher de chá de sal e salteie 4 minutos. Reserve.
Pique a chalota e refogue com 2 dl de azeite e o caril.
Meça o fumet e reservado e junte água até fazer 9 dl. Adicione o arroz, o vinho e 1 colher de chá de sal, envolva. Deixe cozer o arroz (não deixe secar nem pegar ao fundo).
Adicione a manteiga, o queijo e o camarão reservados e envolva com a ajuda da espátula. Sirva de seguida com a abóbora assada.



Fonte: MP Nº 47 - Outubro 2014

09/10/17

Surpresa de leite creme merengado

Boa tarde. 
Sobrou bolo que até já está meio duro e que já ninguém come? Vão deitar fora? Vejam esta ideia simples, prática e fácil.
A ideia fui buscá-la aqui


 Ingredientes:

- Restos de bolo (pode ser um qualquer mas neste caso usei de limão)
- Leite creme que tenha sobrado ou feito na hora (foi o que fiz)
- Claras (usei as das gemas que usei para o leite creme)
- Açúcar q.b.

Preparação

Pré aqueça o forno a 180º C. 
Corte pedaços de bolo (eu retirei as partes mais secas) e cubra o fundo de um pyrex. 
Faça o leite creme  (por exemplo esta receita do link), deixe arrefecer um pouco e deite por cima do bolo (quantidade a gosto mas suficiente para cobrir bem a cama de bolo).
Bata as claras em merengue, com açúcar e deite às colheradas por cima do leite creme.
Leve cerca de 8 a 10 minutos ao forno a 180º C. 

08/10/17

Batatas Crisp McCain

Boa tarde.
Nunca tiveram assim um desejo súbito que comer algo que não é indicado para a refeição que se vai fazer? Neste caso, para o lanche?
Comer algo fora de horas e menos adequado.
Pois a mim apetece-me muitas vezes e nem sempre me consigo controlar. .
Desta vez foram umas belas batatas fritas sem óleo (mais saudáveis, portanto, eheh).
Não resisto a estas da McCain.
Já provaram?