31/12/13

28/12/13

Feijoada de Pérolas do Mar

Esta feijoada de Pérolas do mar ficou deliciosa.
Inspirei-me nesta receita daqui, alterei umas coisitas e foi o nosso almoço.








 Ingredientes:
- 1 embalagem de Pérolas do Mar
- 20 gramas de azeite Oliveira da Serra Lote Selecionado
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- 100 gr de tomate
- Sal Necton  q.b.
- Mistura de 5 pimentas Espiga
- 1 colher de chá de mistura Segredos de peixe Margão
- 20 gramas de vinho branco
- 1 lata de feijão branco cozido
- 350 gramas de água
- 100 gramas de miolo de camarão grande descongelado
- Tiras de pimento verde, a gosto
 
Preparação Bimby:
 
Coloque no copo a cebola, alho, o azeite e o tomate pique 8 segundos, velocidade 5.
Programe 7 minutos, temperatura varoma, velocidade 1.
Junte a água, o sal e os temperos, o pimento e as pérolas, e programe 18 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa (se verificar que as pérolas estão duras, programe mais uns minutos).
Junte o feijão cozido e o miolo de camarão e  programe mais 3 minutos, na mesma temperatura e velocidade.
 
 
Preparação Tradicional:
 
Num tacho anti-aderente faça um refogado com o azeite, a cebola picadinha e o alho, tendo cuidado para não queimar. Vá adicionando o vinho.
Junte o tomate triturado e deixe apurar.
Adicione a água, as pérolas do mar, o pimento e os temperos e deixe cozinhar em lume brando.
Depois adicione o feijão e o miolo de camarão e deixe este cozinhar.

 
 

26/12/13

Uma véspera de Natal algo diferente

Olá e continuação de Boas Festas!!
Passado o Natal é tempo de fazer um balanço. O meu Natal foi, sem dúvida, algo diferente,  este ano.
Lembram-se, de ouvir falar pelo menos, de quando não havia eletricidade e tudo era feito à Luz de velas ou de candeeiros Petromax? Os sonhos e os coscorões amassados à mão sem recurso a batedeiras pois não havia c
omo as ligar? Enquanto se dava sovas à massa, os meninos jogavam a um jogo de tabvuleiro, na sala, à luz das velas.
Pois bem, ontem, em casa da minha irmã foi assim: sem luz do meio dia às 18 da tarde. A minha véspera de Natal foi assim passada, à luz das velas até essa hora. Apenas no bairro da acsa da minha irmã é que não havia sinais de luz, pois nas zonas circundantes a iluminação era visível. 
Depois, após inúmeros telefonemas do meu cunhado e 6 horas passadas, lá veio o senhor ligar o botão do posto de transformação ao fundo da rua da minha irmã, para podermos finalmente fazer o nosso jantar e distribuição de presentes com luz normal. 
As gatinhas, essas dormiam na maior das tranquilidades.
 Foi sem dúvida parte de um Natal à moda antiga.
Mas, o que interessa é que houve luz para podermos acabar de fazer o jantar, termos a nossa refeição em família e darmos os presentes.
Foi um Natal com final feliz !!





 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Eis depois um look do nosso jantar iluminado e umas sobremesas :
 

 



 
 
 
 
 
 
 
 

22/12/13

Desejos de um Feliz Natal 2013

Desejos a todos os meus seguidores e visitantes um Excelente Natal, repleto de amor, saúde, paz e carinho.
Obrigada pelas vossas visitas e apoio.
 
 
 

19/12/13

Arroz de pato especial

Olá. Hoje para o almoço fiz um arroz de pato que ficou mesmo uma delícia, ou não tivesse ele dois ingredientes especiais.
  



Ingredientes:
- Meio pato com miúdos cozido e desfiado
- 1 cebola descascada
- Sal Necton, q.b.
- 1 chouriço
- Meio pacote (das amostras) de Segredos Margão Aves
- Arroz Aromático Bom Sucesso , q.b.
Preparação tradicional
Coza bem o pato, num tacho anti-aderente,  coberto de água temperada com sal, 1 chouriço e 1 cebola descascada, até ficar bem macio. A meio da cozedura acrescente os miúdos do pato.
Depois de cozido retire o pato e coe a água para um recipiente com a ajuda de um passador. Desfie o pato e junte os miudos e reserve. Reserve também o chouriço.
Torne a deitar a água da cozedura do pato no tacho e acrescente a mistura de aves da margão. Adicione mais água e rectifique o tempero.
Junte o arroz (depende da quantidade que desejar).
Deixe cozer o arroz mexendo ocasionalmente com UM GARFO mas não o deixe espapaçar nem ficar seco (deixe-o malandrinho e vá acrescentando água se necessário).
 No fim de cozido, disponha uma camada de arroz num pirex, no meio distribua o pato cubra com outra camada de arroz.
Por cima coloque no chouriço cortado às rodelas finas e leve ao forno pré-aquecido a 180º C até corar.
Bom apetite!

18/12/13

Duas margarinas especiais

Olá outra vez.
Já ao tempo que eu ouvia falar da margarina de folhar mas nunca tinha encontrado à venda. Eis que repentinamente me lembrei que um dos nossos clientes do escritório a conseguia arranjar quase de certeza.
E não me enganei, perguntei e no dia seguinte cá estava ela nas minhas mãos, e ainda uma outra que eu nem sabia que existia - a margarina para bolo rei.
Agora, resta experimentar e ver o resultado.
 



Branco ou Negro ?

Andava ao tempo para provar o famoso linguine com tinta de choco mas acho caro.
No outro dia  estavam as embalagens com 50% de desconto e eu aproveitei.
Era desta que ia satisfazer a minha curiosidade.
Mas, como já referi inúmeras vezes, cá por casa moram comigo 3 esquisitos e o esquisito mor franziu logo o nariz e exclamou um "massa preta, hum não me parece".
Pronto, está bem, eu cozo também um esparguete normal, afinal já estou mais do que habituada a fazer mais do que uma coisa.
Então. qual preferem? Branco ou Negro? 
 
Ingredientes:
- Linguine preto Milaneza q.b. cozido
- Esparguete Milaneza q.b.cozido
- Miolo de camarão cozido
- Molho de natas (natas fervidas com pimenta e sal)
Preparação:
Cozer a massa em tachos separados em água fervente temperada com sal e um fio de azeite (opcional), al dente.
Entretanto cozer o camarão em água fervente só até ganhar cor.
Fazer o molho (quantidades a gosto).
Escorrer a massa.
Servir de imediato, guarnecido com os camarões e regado com o molho.

Equivalência Portugal/Brasil - Ingredientes

Boa noite. Ainda existem dúvidas quanto ao que é o quê na relação entre ingredientes brasileiros e portugueses.
Assim, aqui vos deixo umas equivalências.











Alho Francês - Alho Poró
Açafrão das Índias - Curcuma, Açafrão da Terra
Açúcar em pó - Açúcar de Confeiteiro
Açúcar amarelo - Açúcar de cor acastanhada, não refinado
Aguardente - Pinga
Aipo - Salsão
Alperce - Damasco
Alfazema - Lavanda
Ananas - Abacaxi
Aneto (endro) - Dill
Caril - Curry
Badejo - Abadejo
Bacalhau desfiado - Bacalhau migado
Bacalhau demolhado - Bacalhau dessalgado
Bife - Bife / Filé
Bola - Pãozinho rústico
Bolinho - Pastel
Borrego - Cordeiro, carneiro
Brócolos - Brócolis
Bulgur - Trigo para quibe
Carne picada - Carne moída
Cebolinho - Ciboulette
Chouriço - Lingüiça portuguesa
Colorau - Páprica
Cogumelos - Champignons
Costeleta - Bisteca
Costeletas de porco - Carré de suíno

Natas - Creme de leite
Crepe - Panqueca
Cebolo - Cebolinha verde
Claras em castelo - Claras em neve
Coentros frescos - Cheiro-verde (Nordeste)
Cubo de caldo - Tablete de caldo
Côdea (do pão) - Crosta
Codornizes - Codornas
Curgete (ou courgette) - Aboborinha Italiana
Espargos - Aspargos
Esparguete - Espaguete
Empadão - Escondidinho, Torta
Entrecosto - Costela, costelinha
Erva-cidreira - Melissa, capim-cidreira
Escalope - Filé
Farinha de Milho - Fubá
Fiambre - Presunto
Feijão-frade - Feijão fradinho
Feijão-verde - Feijão Vagem
Fermento padeiro : Fermento biológico fresco
Gambas - Camarão Grande
Gelado - Sorvete
Gnocchi - Nhoque
Grelo - Broto, rebento, rama...
Ketchup - Catchup
Leite magro - Leite desnatado
Leite gordo - Leite semi desnatado
Leite gordo - Leite integral

Lima - Limão
Lombinho de novilho - Filé mignon

Manteiga - Manteiga
Margarina - Creme vegetal
Massa - Macarrão
Molho de Soja - Shoyu
Molho picante, molho de piri-piri - Molho de pimenta
Mozzarella - Mussarela
Natas - Creme de leite
Oregãos - Orégano
Óleo de Palma - Azeite de Dendê
Pá de porco - Paleta de porco
Paio - Lombo defumado
Pão de véspera - Pão amanhecido
Pão pita - Pão sírio
Pão ralado - Farinha de rosca
Panar - Empanar

Papaia - Mamão
Pastel - Bolinho
Paté - Patê
Perna (porco, borrego) : Pernil
Pescada - Merluza
Pimentão doce - Páprica
Piri-piri - Pimenta Malagueta
Pinhões - Pinoles
Papel Vegetal - Papel manteiga
Passa de uva - Uva passa
Pimenta preta - Pimenta do reino
Pimentos - Pimentão
Palitos de la reine - Biscoito champagne
Porco - Suíno
Queijo creme - Requeijão cremoso
Queijo flamengo - Queijo prato
Queque - Muffin
Malagueta - Pimenta dedo de moço
Presunto - Presunto defumado ou Presunto de Parma
Raia - Arraia
Rissóis - Rissoles
Rebento de Soja - Broto de feijão
Requeijão - Coalhada
Salpicão - Linguiça defumada
Salsa - Salsinha
Salsicha fresca - Lingüiça calabresa
Salva - Sálvia
Sandes - Sanduíche
Sésamo - Gergelim
Sumo - Suco
Sultanas - Uva Passa Branca
Sumo - Suco
Tarte - Torta
Tartelete - Tortinha
Torta - Recambole
Vinho de arroz - Saquê


Leite Creme de Ponte de Lima

Olá.
No outro dia apeteceu-me fazer leite creme. Mas, não me apetecia a receita de sempre que nunca falha e é deliciosa e por isso resolvi ir procurar outra. Encontrei  esta de leite creme de Ponte de Lima que me pareceu bastante boa, embora tenha logo achado que algo não batia certo : a quantidade de farinha para a quantidade de leite era muito pouca.
E só vos digo uma coisa: meus ricos 9 ovos. Não me enganei mesmo....
Mas enfim, com os erros é que se aprende. Fiquei com uma quantidade exorbitante de um leite creme (de creme não tinha nada) que se bebia à palhinha.
Resolvi, ainda assim, e depois,  juntar mais umas 10 gramas de farinha, mas, a desgraça continuou.
A mistura sabia demasiado a farinha e era extremamente doce.
O que faço, pensei eu? Vou deitar fora? Não, olha, vou tentar fazer uma tarte, pois afinal de contas só perco mais uma base de massa folhada.
DESASTRE COMPLETO. O Leite creme não solidificou e o resultado foi uma porcaria de uma tarte que se comia à colher e a muito custo, de tão doce que era (apesar de a ter polvilhado com canela).
Aprendi uma lição : nunca faças receitas das quais desconfias.
Ah, resta dizer que eu fiz a receita cna bimby pois as quantidades eram semelhantes às da receita que faço sempre. Aumentei ligeiramente o tempo de confeção mas não creio que tenha sido por causa disso que a receita não resultou.

Ingredientes:

- 1 litro de leite
- 300g de açúcar
- 9 gemas
- 20g de farinha
- açúcar baunilhado
 -açúcar para queimar

Preparação Tradicional:

Numa porção de leite (tirada do leite) desfaz-se a farinha, mistura-se o restante leite e o açúcar e leva-se ao lume,  mexendo sempre. Quando estiver grosso e a farinha cozida, tira-se do lume e deixa-se amornar. Junta-se as gemas batidas e o açúcar baunilhado e volta ao lume mexendo sempre até cozer as gemas. Deita-se numa travessa e deixa-se arrefecer. Põem-se montinhos de açúcar que se queimam com um ferro em brasa.
 
Preparação Bimby:
 
No copo da bimby deite todos os ingredientes e misture 15 segundos na velocidade 3. Programe 15 minutos, temperatura 90º C, velocidade 2 (note-se que a receita bimby que leva menos açúcar e menos 3 gemas, leva 12 minutos a fazer).
Como no fim estava ainda demasiado liquido, programei mais 10 minutos à mesma temperatura e velocidade e depois, porque ainda estava na mesma desisti.
 
Foi então que me lembrei da opção da tarte e mesmo assim sobrou-me tanto líquido que ainda o tentei engrossar ao lume, com mais quantidade de maizena dissolvida num poouco de leite. Engrossou, é certo, mas estava tão enfarinhado e doce que era intragável.
 
Infelizmente não sei onde guardei a fotografia do "Leite Creme" mas se ainda a encontar´venho aqui deixá-la.
 
 
 
 
PS - Se houver por aqui alguma visita de Ponte de Lima, agradecia que me explicasse o que se passa com esta receita. Onde errei, por favor,. Obrigada.

Belas Pizzas

Olá. São servidos de umas pizzas?
Cá por casa é uma coisa que se faz muito pois todos gostam, e esta massa de pizza é uma das eleitas cá do pessoal.


 Ingredientes para a massa:

- 200 gramas de água
- 3 colheres de sopa de leite em pó
- 1 colher de sopa de açúcar
- 2 colheres de sopa de azeite
- 1 colher de chá de sal
- 400 gramas de farinha
- 20 gramas de fermento de padeiro fresco ou 1 saqueta de Fermipan


Preparação:

No copo da bimby deite a água, o fermento, o açúcar, o leite em pó e o azeite e programe 1 minuto, temperatura 37º C, velocidade 3. Junte a farinha e o sal e programe 2 minutos na velocidade Espiga. Retire do copo para uma superfície lisa e divida a massa em tantas partes quantas as pizzas ou o tamanho delas que deseja. Com as mãos estique a massa até obter o formato de pizza. Deixe levedar durante 30 minutos.
Depois deixe a sua imaginação fluir e faça o recheio a seu gosto.

Guarnição:

- Molho de pizza ou Kechup (o que preferem os meus filhos)
- Salsichas cortadas às rodelas
- Mistura de 4 queijos
- Tiras de bacon
- Queijo Brie
- Queijo de cabra
- Orégãos
- Atum
 

Nota: Esta massa pode ser congelada bastando para isso, ir ao forno pré-aquecido cerca de 5 minutos para levar uma cozedura muito leve e congela-se enrolada em película aderente.

Oferta de Natal da BOOTS

Boa tarde, hoje não vos trago uma receita (pelo menos por agora), mas sim venho partilhar convosco uma oferta que me foi gentilmente feita pela Boots Laboratoires .
Pois é, ontem chegou-me a casa um belo coffret Sérum 7 com :
 
- 1 espelho prateado
 
Bem bom, não concordam?
Obrigada Boots.
 

13/12/13

Produtos de Novembro Margão - Segredos Margão

Olá boa noite. Ainda não tinha tido oportunidade de publicar aqui os produtos que a Margão me enviou.
Desta vez foram os novos Segredos Margão.
Recebi :

- Moinho de Segredos Saladas
- Moinho de Segredos Massas

- Saqueta de Segredos de Peixe
- Saqueta Segredos de Aves
- Saqueta Segredos de Bifes



 Muito obrigada pelas especiarias enviadas !!


Pernas de Frango com Um Segredo Margão

Boa tarde.
Fiz para o jantar umas belas pernas de frango temperadas com segredos Margão Aves . 
Deliciosas, rápidas e simples de fazer. 






Ingredientes:

- Pernas de frango (quantidade que desejar)
- Sal Necton q.b.
- Cebola e alho picados, q.b.
- Mistura de Pimentas
- Vinho branco, q.b.
- Tomate em pedaços q.b.
- Azeite Oliveira da Serra q.b. 
- Água. q.b.
- Mistura de Segredos Margão Aves, q.b.





Preparação tradicional:

Tempere as pernas de frango com sal e pimenta. 
Faça um refogado com cebola, alho e azeite e deixe apurar bem. 
No fim junte o tomate, as pernas de frango temperadas, o vinho , um pouco de água e a mistura de segredos de aves da Margão.
Tape e deixe cozinhar em lume brando, verificando de vez em quando a cozedura e se necessita de mais líquido para não queimar.
Sirva acompanhado por arroz branco, esparguete ou batatas fritas.
Bom apetite!!



05/12/13

Bolo Natalício de gengibre

Boa tarde. Para participar no Passatempo "Blog mais Doce de Portugal" que a RAR está a promover, fiz este bolo.
Espero que gostem.
  



 
Ingredientes:

- 250 gramas de farinha com fermento

- 4 colheres de chá de gengibre em pó

- 1 colher de chá de mistura de especiarias para bolos
*


- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio

- 1 pitada de sal

- 225 gramas de melaço de cana-de-açúcar

- 125 gramas de manteiga

- 125 gramas de açúcar mascavado RAR

- 2 ovos grandes

- 240 ml de leite


Preparação:
 
Pré-aqueça o forno a 160º C. Unte uma forma e forre-a com papel vegetal.
Deite no copo da bimby a farinha, o gengibre, as especiarias e o sal e misture uns 5 segundos na velocidade 3. Reserve.
Junte o melaço e a manteiga no copo da bimby e programe 2 minutos na temperatura 70º C, velocidade colher (até derreter).
Junte o açúcar e misture 1 minuto na velocidade 1 ou 2, temperatura 100ºC.
à parte misture os ovos com o leite.
Deixe a mistura do melaço arrefecer e depois junte-lhe a farinha. Misture bem, na velocidade 3 ou 4.
Adicione então a mistura do leite com os ovos pelo bocal, com a bimby programada na velocidade 2 (deixe misturar bem).
Deite a massa na forma e alise a superfície com a espátula.
Leve ao forno 35 a 40 minutos até o bolo crescer e dourar. Verifique a cozedura com um palito.
Deixe o bolo arrefecer na forma durante 5 minutos.
Desenforme sobre papel anti aderente.
Pode servir assim ou cobrir o bolo com cobertura a gosto (cobertura de laranja, calda de limão e glacê, são exemplos) .
  
* -  As especiarias que normalmente se usam em bolos incluem canela em pó, noz-moscada, cravinho ou gengibre moídos e por vezes erva doce. É um tipo de condimento que depende do gosto pessoal.
    - Para obter um bolo mais húmido e aromatizado, envolva-o em folha de alumínio e deixe repousar durante 24 horas.
  
- Pode adicionar à massa pedaços de nozes, amêndoas, sultanas.
Cobertura de laranja - Peneire açúcar em pó para uma tigela e junte sumo de laranja até obter uma pasta cremosa e densa. Adicione o sumo aos poucos para controlar a consistência. Com o bolo frio espalhe a cobertura, deixando escorrer, para criar um efeito mais interessante.  
 
Calda de limão - Aqueça sumo de limão com açúcar em pó numa caçarola sem deixar ferver. Ao fim de 3 minutos obterá uma calda pronta para deitar no bolo (pique o bolo com um garfo para que a calda entranhe).
 
Glacê - 1 clara, Sumo de meio limão (coado) , 500g de açúcar de confeiteiro (açúcar em pó)
Bata a clara na batedeira. Junte o sumo do limão e acrescente o açúcar. Bata até dar o ponto de glacê.
O glacê poderá ser colorido com corante depois de pronto. Se o glacê ficar mole, acrescente mais açúcar de confeiteiro (açúcar em pó). Se, ao contrário, ficar muito espesso, adicione um pouco mais de clara e bata bem para ligar. Quando não estiver a utilizar o glacê; mantenha a tigela fechada com um pano húmido, pois ele seca rapidamente.

03/12/13

Resultado Final - Extracto de Baunilha caseiro

 

Olá.
Lembram-se do meu post sobre extracto de baunilha caseiro ? Pois é, hoje, passados os tais dois meses de repouso a que a receita obriga, e tal como prometido, aqui estou eu a mostrar-vos o resultado final.
 
          







 

01/12/13

Mousse de Dióspiros com Ganache de Chocolate

Boa tarde. Esta receita já está feita e aprovada há umas três semanas mas havia uma razão para só a poder publicar hoje.
Bem, aqui está ela e espero que experimentem e gostem tanto como nós apreciámos cá por casa.



Ingredientes para a mousse:
 
- 5 dióspiros maduros sem a pele e sem o pé
 
- 290 gramas de leite condensado NESTLÉ NORMAL
- 125 gramas  de queijo fresco para barrar
- 1 pacote pequeno (200 gramas) de natas para bater com o mínimo de 35% de gordura
- 5 folhas de gelatina ou 12  gramas de gelatina em pó neutra
- 125 ml de leite
 
Ingredientes para a ganache:
- 200 gramas de chocolate para culinária NESTLÉ
- 1 pacote de natas
Preparação na Bimby:
 
Demolhar as folhas de gelatina ou a gelatina em pó em água fria durante 5 minutos. Depois, levar ao microondas uns segundos de cada vez e ir mexendo. Retirar quando verificar que a gelatina está completamente dissolvida. 

Bater as natas até que fiquem firmes e fofas e reservar. *
Colocar no copo o leite e programar 3,5 minutos, 90º, velocidade 2. Adicionar as folhas de gelatina (ou o ) derretidas e misturar 15 segundos, velocidade 5. Acrescentar os dióspiros, o queijo e o leite condensado e triturar até ficar um creme (1 minuto na velocidade 4).
Bater as natas até que fiquem firmes e fofas e colocar no copo, programando 30 segundos, velocidade 3.
Colocar a mousse em tacinhas ou numa taça grande e levar ao frigorífico até que solidifique e fique fresca.

Prepare o ganache de chocolate levando as natas ao lume até ferver. Apague o lume e deite o chocolate partidos aos pedaços. Deixe derreter e mexa muito bem para incorporar.

Deixe arrefecer um pouco e depois deite por cima da mousse já solidificado. Enfeite com raspas de chocolate branco.
* Para ter sucesso em bater natas na bimby, o copo tem que estar BEM SECO E LIMPO. As natas têm que estar bem frias e depois devem ter pelo menos  35% de gordura. Coloca-se a borboleta, as natas sem tempo. Começa-se a bater na velocidade  2 , para não salpicar tudo e quando começam a engrossar  aumenta-se a velocidade progressivamente até ao 4 e sem o copo medida para as natas receberem ar para poderem subir mais. Ter atenção para não passarem a manteiga.

 
Preparação Tradicional:

Demolhe as folhas de gelatina em água fria durante 5 minutos.
Num tachinho, leve ao lume o leite e deixe aquecer.
Quando o leite estiver quente, adicione as folhas de gelatina bem escorridas e misture.
No copo do liquidificador, coloque os dióspiros, o queijo, o leite condensado e o leite com as folhas de gelatina.
Triture tudo até que fique um creme.
Bata as natas até que fiquem fofas e volumosas.
Envolva o creme com as natas.
Coloque a mousse em tacinhas e leve ao frigorífico até que fique solidificada e fresca.
Prepare o ganache de chocolate levando as natas ao lume até ferver. Apague o lume e deite o chocolate partidos aos pedaços. Deixe derreter e mexa muito bem para incorporar.
Deixe arrefecer um pouco e depois deite por cima do mousse já solidificado. Enfeite com raspas de chocolate branco.