09/09/13

Bacalhau Dias - Novo parceiro

Boa tarde.
Pois é, na passada Sexta-feira recebi uma chamada telefónica de um potencial parceiro para o meu blog.
Tratava-se do Sr Herlander do Bacalhau Dias . Muito simpático o senhor, verdade seja dita.
E numa conversa animada,  lá firmámos verbalmente um acordo. ganhei assim um novo parceiro para este cantinho.
Ou ainda esta semana ou na próxima receberei o meu cabaz de produtos, os quais vou concerteza usar com agrado. 
Hoje no meu mail tinha um selo que eles me mandaram. É o selo de recomendação com que gentilmente o Bacalhau Dias distingue os blogues parceiros.
Que feliz fiquei:


CONTACTOS :
Facebook - https://www.facebook.com/bacalhaudias
Site: http://bacalhaudias.pt/
Youtube: http://www.youtube.com/user/obacalhaudias
Localização: 


Morada
Alascod – Comércio de Peixe, SA
Av. José Estêvão, nº 2
3830-556 Gafanha da Nazaré
Tel. +351 234 390 040
Fax. +351 234 390 049




 

Conheça melhor o Bacalhau Dias :


Recepção
  Quando o bacalhau é recepcionado, dá-se início ao controlo de qualidade, analisando-se as quantidades e tamanhos, temperaturas, bem como índices de salubridade.

 Armazenamento
 Todo o pescado é armazenado em câmaras frigoríficas a uma temperatura de –18ºC. Posteriormente, é efectuado um controlo qualitativo, para que o processo possa continuar. Determina-se a percentagem de vidragem, analisa-se a textura, cor e cheiros, parâmetros microbiológicos, e outros índices de relevo.

 Descongelação
   O peixe inteiro é, então, colocado em tinas com água devidamente tratada, à temperatura ambiente. Nesta fase, são controlados o tempo e a temperatura de descongelação, eliminando o risco de perder a pigmentação e o sabor, mantendo as condições ideais para as fases seguintes.

 Escala
  Após a descongelação do peixe, este é escalado mecanicamente (a sua espinha dorsal é retirada).

Lavagem
 Nesta fase, procede-se à lavagem do peixe, seguida da eliminação por sucção de todos os vestígios de sangue e vísceras que eventualmente existam.

 Salga Livre
  Logo após a lavagem, o peixe é colocado em tinas e mergulhado numa solução de salmoura durante um período mínimo de 8 dias, a uma temperatura de 10ºC.

Salga Presa

  Passados 8 dias de salga livre, os peixes são removidos das tinas e empilhados de forma a permitir que a salmoura residual escorra, permanecendo assim pelo menos durante 13 dias, numa câmara de refrigeração à temperatura de 2 a 4ºC. O tempo e a temperatura são controlados para que o peixe adquira as características organolépticas próprias do produto e não haja risco de haver contaminação.

Secagem
  Após a salga presa, o peixe é seco por circulação de ar forçada, cuja velocidade, temperatura e humidade são electronicamente controladas. Além desde parâmetros, são controlados os níveis de humidade e salinidade do bacalhau.

Separação e Embalamento
   Esta é a última etapa da produção do bacalhau salgado seco. Após a secagem, é separado pelo peso e tamanho, através de sensores localizados em esteiras rolantes, os quais indicam o “flap” ou braçadeira que deverá ser accionada para separar cada peixe.
 Posteriormente, cada grupo é embalado de modo a proteger as características do produto durante a armazenagem e transporte, sempre com uma temperatura de conservação de 2º a 4ºC.
 As embalagens são de 25kg e podem variar de classificação, conforme a quantidade de bacalhau, podendo conter entre 7/9, 10/12, 13/15, 16/20 unidades, etc. Há ainda embalagens de Madeira de 50kg (Bacalhau Porto Imperial),cujas quantidades variam entre 8/10 ou 11/15 unidades.


2 comentários:

  1. Olá....
    Muitos parabéns pela a tua nova parceria, amiga :).... Tu mereces ;)....
    Beijocas
    Leonor

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Sejam bem vindos ao meu blog. Espero que gostem. Comentários e opiniões são bem vindos. Serão moderados e responderei assim que possível.
Obrigada
Alexandra