28/10/16

Bife de peru com cogumelos e batatas Crisp McCain

Olá boa tarde. Venho deixar uma sugestão para o vosso jantar. Espero que gostem.



Ingredientes: 

. 4 bifes de peru
. Alho em pó, sal, pimenta e limão q.b. para temperar
- Margarina para fritar
- 1 chávena de café
- 1 pacote de natas para culinária
- 1 lata de cogumelos laminados
- Batatas Crisp McCain para acompanhar

Preparação tradicional:

Tempere os bifes com o sal, o alho, a pimenta e o sumo de limão.
Frite-os em margarina, numa frigideira anti aderente .
Quando estiverem cozinhados, junte as natas, o café e os cogumelos e deixe apurar.
Frite as batatas e sirva como acompanhamento dos bifes.

Bom apetite!


Physalis

Directamente vindas de Alcobaça e entregues em mão, eis que finalmente tenho o prazer de provar Physalis.
A Physalis de Alcobaça ofereceu-me alguns destes frutos. Confesso que não resisti e já comi uns quantos. Fiquei fã.
Embora se note que a pele deles rachou, não faz mal porque os frutos que recebi vão ser usados para cozinhar.


A physalis é uma fruta exótica.  É uma planta arbustiva, que pode chegar aos dois metros de altura. As frutas são delicadas, pequenas e redondas, com coloração que vai do amarelo ao alaranjado, envolvidas por uma folha fina e seca, em forma de balão. Com sabor doce, levemente ácido, a physalis é consumida ao natural e usada na preparação de doces, geléias, sorvetes, bombons e em molhos de saladas e carnes. É rica em vitaminas A, C, fósforo e ferro, além de alcalóides e flavonóides.
É conhecida por purificar o sangue, fortalecer o sistema imunológico, aliviar dores de garganta e ajudar a diminuir as taxas de colesterol. A população nativa da Amazônia utiliza os frutos, folhas e raízes no combate à diabetes, reumatismo, doenças da pele, bexiga, rins e fígado.


 Vejamos alguns dos principais benefícios desta fruta: 

 -Tem propriedades cicatrizantes e purificantes
- Alivia dores de garganta
- Diminui albumina dos rins
- É rico em vitamina C e em ferro
- Ajuda a eliminar os cálculos do ácido úrico e das areias
- Limpa as cataratas e fortifica o nervo óptico
- Contribui para o bom funcionamento da bexiga, rins e fígado 
- reduz o mau colestrol
- Fortalece o sistema imunológico
- Ajuda a controlar os diabetes
- Combate o reumatismo
- Auxilia nos problemas de pele
- Ajuda a controlar a febre

 

25/10/16

Bolo de cenoura com chocolate

Confesso que nunca tinha ousado fazer este bolo porque achava que não ia gostar. Nem eu nem ninguém cá em casa. Pois bem, enganei-me redondamente. Fica uma delícia. Fofinho, sem ser seco, mesmo muito agradável.O maior fã foi o meu filho mais novo. 

 Ingredientes para o bolo: 
- 250 gramas de cenoura  (desta vez só meti 150 gramas)
- 4 ovos
- 110 gramas de óleo
- 320 gramas de açúcar
- 220 gramas de farinha
- 1 colher de sopa de fermento para bolos

Ingredientes para a cobertura:
- 40 gramas de margarina
- 70 gramas de açúcar
- 40 gramas de chocolate em pó
- 40 gramas de leite

Preparação da massa na Bimby:
Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte uma forma de coroa com margarina e polvilhe com farinha. Reserve. Coloque no copo a cenoura e rale 15 segundos na velocidade 9..Adicione os ovos, o óleo e o açúcar e programe 1 minuto na velocidade 6. Adicione a farinha e o fermento e envolva 15 segundos na velocidade 3. Deite o preparado e leve ao forno cerca de 40 minutos. Retire do forno e espere que o bolo arrefeça.
Preparação da cobertura na Bimby: 
Coloque no copo a margarina, o açúcar, o chocolate em pó e o leite e programe 8 minutos, temperatura varoma, velocidade 2. Cubra o bolo com o preparado de chocolate.


Preparação da massa de modo tradicional:
Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte uma forma de coroa com margarina e polvilhe com farinha. Reserve. Rale a cenoura para uma tigela. Adicione os ovos e o açúcar e bata bem até obter um creme. Junte o óleo e misture cuidadosamente. Adicione a farinha e o fermento e envolva. Deite o preparado e leve ao forno cerca de 40 minutos. Retire do forno e espere que o bolo arrefeça.
Preparação da cobertura no tacho:
Coloque num tacho anti-aderente, a margarina, o açúcar, o chocolate em pó e o leite e deixe derreter em lume brando, mexendo sempre.  Cubra o bolo com o preparado de chocolate.
NOTAS: Usei a forma pequena Kugelhof d'A Metalúrgica e decorações estrelas da Vahiné

24/10/16

Noodles com camarão

Boa tarde. Hoje o nosso almoço foi uma chinesada caseira. Oh que bem que soube. 



Ingredientes:

- Camarão cozido - quantidade a gosto
- 1 lata de cogumelos
- 1 cenoura 
- 50 gramas de azeite
- 1 dente de alho
- 1 cebola
- Mistura de ervas para massas

- 1 lata de rebentos de soja - 5 gramas de molho de soja Kikkoman
- 35 gramas de vinho branco
- 1 caldo de marisco
- 1 placa de Noodles



Preparação Bimby:

No copo da Bimby deite a cebola e o alho descascados , o azeite e a cenoura descascada e partida aos pedaços. Pique a gosto na velocidade 5. Refogue 5 minutos, temperatura varoma, velocidade 1.
Adicione o vinho ou vinagre, o molho de soja e a mistura de ervas e programe 2 minutos, temperatura varoma, velocidade 1.
Enquanto isso coloque os noodles num pirex e cubra com água a ferver. Deixe apenas uns minutos para que não fique demasiado mole.
Junte  os cogumelos, os rebentos de soja, o caldo de marisco e envolva 1,5 minutos, temperatura varoma, velocidade colher inversa. 
Adicione a massa escorrida e o camarão cozido e programe 1 minuto na mesma velocidade e temperatura (se verificar que a massa está muito rija, programe mais um tempinho). 



19/10/16

VICTORIA SANDWICH

Olá olá. Hoje trago uma deliciosa novidade.A Ponte Vertical (com os seus excelentes produtos) firmou parceria com este blogue. 
E, nada melhor para começarmos do que um maravilhoso desafio. Criar uma receita com dois produtos da La Vieja Fábrica (o creme de avelã e um doce) para uma edição especial da  revista Segredos de Cozinha – Mulher Moderna na Cozinha –  um especial dedicado ao Chocolate .
Pois bem, desafio aceite, com muito orgulho, e cá está o resultado final. 


Ingredientes:

- 225 gramas de açúcar branco
- 225 gramas de farinha sem fermento tipo 55
- 225 gramas de margarina
- 4 ovos grandes tamanho L​
- 2 colheres de chá cheias de fermento.
​- 1 frasco de Creme de Avelãs La Vieja Fábrica (250 gramas para o creme de decoração) 
- 125 gramas de açúcar em pó

Preparação Bimby: 

Deitar no copo da bimby a margarina à temperatura ambiente com o açúcar e bater 5 minutos na velocidade 3.
Com a bimby ligada na mesma velocidade, adicionar pelo bocal da tampa, os ovos um a um. 
Envolver a farinha e o fermento.
Dividir a massa por duas formas com o fundo forrado com papel vegetal.
Coze​r em forno pré aquecido a 180ºC cerca de 25 minutos.
Desenformar os bolos para cima de uma rede e deixar arrefecer​.
​ Entretanto preparar a cobertura para decorar com as 250 gramas de ​
Creme de Avelãs La Vieja brica ​e 125 gramas de açúcar em pó, batendo bem com a batedeira. ​
No fim de frios os bolos, deitar por cima de uma das partes uma camada generosa de Doce de Pêssego La Vieja brica e colocar o outro bolo por cima. 
Espalhar por cima deste segundo bolo, uma camada de  Creme de Avelãs La Vieja brica e no meio colocar um pouco de Doce de Pêssego La Vieja brica.
Decorar com o creme previamente feito, usando um saco de pasteleiro e o bico de pasteleiro que desejar. 

​​Deixo aqui também o modo de preparação tradicional, para quem não tem Bimby. 

​Preparação Tradicional: 

Bater a margarina com o açúcar e depois adicionar os ovos um a um, batendo sempre bem.
Envolver a farinha e o fermento.
Dividir a massa por duas formas com o fundo forrado com papel vegetal.
Coze​r​  em forno pré aquecido a 180ºC cerca de 25 minutos.
​Desenformar os bolos para cima de uma rede e deixar arrefecer​.
​Entretanto preparar a cobertura para decorar com as 250 gramas de ​ Creme de Avelãs La Vieja brica e 125 gramas de açúcar em pó, batendo bem com a batedeira. ​
No fim de frios os bolos deitar por cima de uma das partes uma camada generosa de Doce de Pêssego La Vieja brica e colocar o outro bolo por cima. 

Espalhar por cima deste segundo bolo, uma camada de  Creme de Avelãs La Vieja brica e no meio colocar um pouco de Doce de Pêssego La Vieja brica .
Decorar com o creme previamente feito, usando um saco de pasteleiro e o bico de pasteleiro que desejar. 

O doce utilizado foi este: 
A mostrar melocoton350g.JPG

O creme de Avelãs foi este:




18/10/16

Tarte de Limão e Leite Condensado

Olá boa tarde. Para hoje sugiro uma tarte bem simples de limão e leite condensado.
 


Ingredientes:

- 1 receita de massa quebrada feita na bimby 
-  1 lata de leite condensado
-  3 ovos
- 1 limão



Preparação Bimby:


Pré-aqueça o forno a 170º C. 

Tire a casca do limão (para me auxiliar usei o meu descascador multifunções da Borner) Pulverize a casca de limão, 15 segundos na velocidade 9. 
Junte o leite condensado, o sumo do limão e os ovos e programe 4 minutos., temperatura. 37ºC , velocidade 4.
Forre uma tarteira com a massa quebrada, pique-a leva-a 5 minutos ao forno para dar uma pré cozedura, retire do forno e coloque o recheio. 
Levar ao forno cerca de 15 minutos.

Decorar a gosto (decorei com rodelas de limão finamente cortadas com a mandolina V3 da Borner.
Sirva fria. 





Preparação tradicional: 

Pré-aqueça o forno a 170º C. 
Tire a casca do limão (para me auxiliar usei o meu descascador multifunções da Borner).
Rale a casca do limão, para dentro de um tacho, com auxílio de um ralador. Junte o leite condensado, o sumo do limão e os ovos e leve ao lume até ferver. 
Forre uma tarteira com a massa quebrada, pique-a leva-a 5 minutos ao forno para dar uma pré cozedura, retire do forno e coloque o recheio. 
Levar ao forno cerca de 15 minutos.

Decorar a gosto (decorei com rodelas de limão finamente cortadas com a mandolina V3 da Borner.
Sirva fria. 




17/10/16

Vinho verde tinto Madrinha

Boa tarde.
Vindo directamente de Cavez, concelho de Cabeceiras de Basto, da Adega dos Leões chegaram-me a casa duas garrafas de um vinho verde tinto baptizado de MADRINHA

 

Entrada da Adega dos Leões 









São produzidos dois tipos de vinho: Adega dos Leões e Madrinha, sendo este último considerado superior pelos apreciadores de vinho. Contém mais teor de álcool e é melhor segundo os peritos. O MADRINHA é um vinho verde tinto para todos os apreciadores deste tipo de vinho. É a versão melhorada do Adega dos Leões. 
Adega dos Leões é a marca registada mais antiga de Margarida Vasconcelos, produtora de Vinho Verde Tinto, na sub-região de Basto.
É herdeira de Mário Júlio Machado Tavares de Vasconcelos, da Casa das Cortinhas, em Cavez, cuja família se iniciou em 1540, e com tradição na produção de vinhos verdes, desde 1870. 
Já nessa época, em 1888, os vinhos destas propriedades ganharam um III prémio, em Berlim. Mais recentemente, foram considerados Verde Prata, no concurso dos Vinhos Verdes da CVRVV, em 2010, e uma Menção Honrosa, no I Concurso de Vinhos Verdes InvestBraga, em 2014.

Na sua exploração agrícola produz vinho verde tinto, de elevada qualidade, a partir da combinação das castas locais: Vinhão, Padeiro de Basto e Rabo de Anho (também designada de Rabo de Ovelha).


 Os vinhos têm origem na encosta do rio Tâmega, na sub-região de Basto, onde se produzem dos melhores vinhos verdes tintos.
Adega dos Leões é um vinho natural, equilibrado, puro e saboroso, com a história de uma exploração tradicional, aliando a cultura secular da produção vinícola às novas tecnologias enológicas. 
É produzido cumprindo os requisitos estabelecidos, evitando-se o recurso à adição química. O mosto fermenta em cuba refrigerada e o vinho matura, em cuba inox, entre 3 a 4 meses, antes de ser engarrafado.
Excelente com todos os pratos, especialmente os de carne!

Rótulo de uma garrafa de Madrinha

Posso dizer que este vinho, de edição numerada, é excelente e agradou bastante. 
Para contactarem a Adega dos Leões podem ver AQUI  .
Obrigada Susana Machado (Su Delícia) e Sr. José Francisco Jesus Leite por se lembrarem de mim. Foi um prazer . 

14/10/16

Bolo de Prata

Ora aqui está um bolinho óptimo para aproveitar claras, que tantas vezes se desperdiçam.
E com a vantagem de que se não quiserem fazer logo ou por não apetecer ou porque as claras não são suficientes, se podem congelar as mesmas para depois usar.


Ingredientes:

- 6 claras
- 125 gramas de margarina à temperatura ambiente
- 2  chávenas de açúcar
- 2 chávenas de leite morno
- 3 chávenas de farinha
- 1/2 colher de chá de sal
- 1 colher de fermento
- Raspa de 1 limão


Preparação Bimby:

Retirar a casca ao limão (só a parte amarela) e colocar no copo da bimby. Pulverizar 15 segundos na velocidade 9.
Juntar a margarina, o açúcar e o leite e programar 5 minutos, velocidade 3, temperatura 37º C ) verificar se a margarina derreteu senão programar mais um tempito).
Juntar a farinha e o fermento envolvendo 30 segundos na velocidade 3/4.
Envolver as claras batidas em castelo com a pitada do sal, com a ajuda da espátula.
Levar ao forno em forma untada e polvilhada com farinha, durante 35 minutos ou até o palito sair seco.


Preparação tradicional: 

Numa tigela coloque as raspas da casca de limão. Junte a margarina, o açúcar e o leite e misture muito bem com uma batedeira, até derreter a margarina (também pode usar um liquidificador). 
Juntar a farinha e o fermento e envolva bem.
Envolver as claras batidas em castelo com a pitada do sal, com a ajuda de uma espátula ou colher.
Levar ao forno em forma untada e polvilhada com farinhadurante 35 minutos ou até o palito sair seco.


Nota: O FORNO NÃO É PRÉ-AQUECIDO

Frutorra - Nova parceria do blog

Olá  boa tarde a todos.
Para terminar a semana recebi um conjunto de produtos da Frutorra


A Frutorra é uma empresa com sede em Degracias, concelho do Soure, foi fundada em 1988 e dedica-se à importação, transformação e distribuição dos mais diversos aperitivos, frutos e legumes secos.
Desde sempre a empresa se centrou na qualidade e processo de transformação dos seus produtos, levando a uma mudança de instalações em 1997, que a dotou de instalações modernas e permitiram aumentar o seu potencial produtivo.
Os produtos distribuídos pela Frutorra têm a sua origem nos mais diversos pontos do globo, sendo a sua proveniência considerada pela empresa um dos factores principais para a qualidade final do produto ao dispor dos seus clientes. Dotada de meios técnicos de qualidade, com HACCP e certificação IFS devidamente implementados, responde às mais avançadas exigências na certificação alimentar. 
Em 2015 a Frutorra iniciou também uma estratégia de marcas próprias diferenciadas, para além da linha Frutorra Original, com uma vasta variedade de aperitivos e frutos secos, lançou recentemente a Frutorra Snacks onde se destacam os artigos torrados, como o Amendoim com casca e o Pistáchio com sal e os fritos, em óleo vegetal ALTO OLEICO, Amendoim, Milho, e Caju, todos com sal. Uma linha com um posicionamento diferenciado que pretende chegar as novos públicos e mercados.
Para além destas linhas, a Frutorra criou a linha Premium, com foco nos produtos de origem nacional e a Frutorra Natura que irá responder às exigências do mercado que aposta na procura de produtos naturais e de origem controlada. A estratégia de futuro da Frutorra Pimenta é continuar o seu crescimento estruturado nas suas linhas fundadoras, mas ajustar-se às novas exigências do mercado. A comunicação e marketing é actualmente uma aposta que pretende alavancar todo o trabalho desenvolvido nos últimos anos.

Tiveram a gentileza de me enviar:

FRUTOS SECOS

- Miolo de amêndoa granulado sem pele
- Amêndoa com pele
- Amêndoa sem pele cru
- Miolo de avelã
- Cocktail de frutos secos
- Amendoim torrado com casca

SEMENTES

- Miolo de pevide de abóbora cru

FRUTA DESIDRATADA

- Figo seco com farinha
- Alperce seco soft
- Sultana Orange
- Sultana preta


Muito obrigada Frutorra.


09/10/16

Salsichas frescas com Gomos de batata Barbecue

Olá boa noite.
O meu jantar hoje foi simples mas delicioso (para mim, pelo menos).
Não vos vou dar nenhuma receita, apenas mostrar o resultado final.
Os deliciosos gomos de batata barbacue da McCain deram a esta refeição um toque especial. Serviram de acompanhamento a umas belas salsichas frescas, temperadas com massa de pimentão caseira, grelhadas.





06/10/16

Quindim

Sou uma fã assumida de tudo o que leva coco. Fiz este quindim que ficou maravilhoso. Hum, que pecado guloso!




Ingredientes:

- 8 gemas de ovo
- 50 gramas de manteiga
- 100 gramas de leite
- 200 gramas de açúcar 
- 100 gramas de coco ralado
- 1 pitada de sal
- Margarina e açúcar para untar



Preparação Bimby : 

Pré-aqueça o forno a 180º C.  
Coloque no copo as gemas,o açúcar a manteiga, o leite e o sal e programe 1 minuto, temperatura 37º C, velocidade 4. Junte o coco ralado e misture 15 segundos na velocidade 2.
Retire e coloque e em fominhas pequenas, ou numa maior, untadas com margarina e salpicadas com açúcar coloque a mistura,sem enchê-las demais. 
Leve ao forno para cozer em banho-maria por aproximadamente 30 minutos, ou até estarem os quindins estarem douradinhos. Verifique esta solidificado utilizando um do palito.
Deixe arrefecer e desenforme depois de frio.



Preparação tradicional: 

Pré-aqueça o forno a 180º C.  
Numa taça coloque os ovos, as gemas, a margarina, o sal e o açúcar bata tudo com a batedeira. Noutra taça,coloque o coco ralado e adicione à mistura da batedeira.Mexa delicadamente com uma colher. coloque e em fominhas pequenas, ou numa maior, untadas com margarina e salpicadas com açúcar coloque a mistura,sem enchê-las demais. 
Leve ao forno para cozer em banho-maria por aproximadamente 30 minutos, ou até estarem os quindins estarem douradinhos. Verifique esta solidificado utilizando um do palito.
Deixe arrefecer e desenforme depois de frio.




01/10/16

Compota de melão

Olá olá. 
Hoje foi dia de fazer compota de melão.
Ficou muito boa, modéstia à parte.






Ingredientes: 

- 2 quilos de melão
- 1200 gramas de açucar louro- 3 paus de canela Suldouro


Preparação Bimby: 

ATENÇÃO - Para esta quantidade fazer o doce em 2 vezes. 
Tirar as pevides e a casca ao melão e partir em cubos. Tirar o excesso de sumo, colocando-o aos poucos num passador em cima de uma tigela,  usando um esmagador, um garfo ou até a mão.
Colocar no copo da bimby e desfazer alguns segundos na velocidade 5 .
Juntar o açúcar  e os paus de canela partidos.
Deixar cozinhar na velocidade 1, temperatura 100º C,  durante 30 minutos com o cesto colocado em cima da tampa.
Deixar aproximadamente mais 25 minutos na temperatura varoma.
Convém ir verificando se são mesmo necessários os 25 minutos na temperatura varoma. 
Coloque em frascos esterilizados e tape-os.


Preparação tradicional: 

Tirar as pevides e a casca ao melão e partir em cubos. Tirar o excesso de sumo, colocando-o aos poucos num passador em cima de uma tigela,  usando um esmagador, um garfo ou até a mão. 
Colocar num tacho grande anti-aderente, os cubos do melão, o açúcar e os paus de canela.
Levar ao lume brando até verificar que atingiu uma boa consistência. Retirar os paus de canela e triturar com a varinha mágica.
Coloque em frascos esterilizados e tape-os.


NOTA: Se o doce tiver ficado muito apurado, tipo caramelo, junte um copo de água, mexa e deixe levantar fervura. 

Esta foi a  primeira receita que fotografei com as minhas tábuas personalizadas da WoodFlavors