18/11/17

Livro "Doces da nossa vida"

Olá a todos. 
Em parceria com a Marcador apresento-vos o livro "Doces da nossa vida" de Virgílio Nogueiro Gomes,  um autor e blogger português.


Virgílio Nogueiro Gomes nasceu em Bragança a 30 de Junho de 1949. Formou-se em Gestão Hoteleira pelo Institut Internationalde Glion, na Suiça, fez carreira em gestão hoteleira com incidência em alimentos e bebidas. É investigador em História da Alimentação, e professor de Gastronomia e Cultura e da História da Alimentação. É membro da Academia de Letras de Trás-os-Montes, autor do livro Transmontanices – Causas de Comer, e da Associação Portuguesa de escritores, e coautor do livro A Cozinha do Mar e escreve com regularidade em diversos jornais e revistas.Foi membro da Comissão Nacional de Gastronomia, que levou a Gastronomia a Património Cultural, e coordenador do seu Conselho Técnico.Publicou, também pela Marcador, o livro Tratado do Petisco e das Grandes Maravilhas da Cozinha Nacional.

Esre livro é sobretudo um manual da história da Doçaria Tradicional Portuguesa, tendo também algumas receitas, como arroz doce, pão de ló de Alfeizerão, bolo de prata, pasteis de tentúgal, entre outras. 
Segundo Maria de Lourdes Modesto  este é  «um livro que homenageia gerações de mulheres doceiras do nosso país.» 

Para começar aqui fica um bolo de prata, receita constante deste livro (as fotografias já existiam no blog, num outro post, mas como achei estas mais bonitas do que as que tirei agora, resolvi usá-las).










Ingredientes:

- 5 claras
- 1 chávena de chá de manteiga
- 2  chávenas de chá de açúcar
1 chávena de chá de  leite
- 3 chávenas de chá de farinha
1 colher de café de fermento em pó


Preparação Bimby:
.
Juntar a manteiga, o açúcar e o leite e programar 5 minutos, velocidade 3, temperatura 37º C ) verificar se a margarina derreteu senão programar mais um tempito).
Juntar a farinha e o fermento envolvendo 30 segundos na velocidade 3/4.
Envolver as claras batidas em castelo, com a ajuda da espátula.
Levar ao forno em forma untada e polvilhada com farinha, durante 35 minutos ou até o palito sair seco.

Preparação tradicional: 

Bate-se muito bem a manteiga com o açúcar até fazer uma massa uniforme. Depois junta-se o leite e misture muito bem . É agora a vez de juntar a farinha e o fermento, aos poucos, e mexer muito bem para garantir que não se formam grumos. 
Envolver as claras batidas em castelo bem firme com a ajuda de uma espátula ou colher.
Levar ao forno em forma untada e polvilhada com farinha, durante 35 minutos ou até o palito sair seco.


Nota: O FORNO NÃO É PRÉ-AQUECIDO

0 comentários:

Enviar um comentário

Sejam bem vindos ao meu blog. Espero que gostem. Comentários e opiniões são bem vindos. Serão moderados e responderei assim que possível.
Obrigada
Alexandra